Epic Games diz que sua loja online não coleta dados para a empresa chinesa Tencent

Tencent

O chefe da Epic Games decidiu silenciar rumores sobre uma possível interferência chinesa.

A Tencent é a maior empresa chinesa de videogames. Mas a empresa também é uma grande acionista da Epic Games, que teve um sucesso insolente nos últimos meses graças à Fortnite. Recentemente, o estúdio americano lançou a Epic Games Store, que oferece exclusões como o Metro Exodus, mas também a promessa de que os desenvolvedores estão recebendo uma comissão maior. Mas aqui está: a Epic Games está no centro de uma controvérsia por vários dias que a loja online coleta os dados dos jogadores para a empresa chinesa Tencent. Informações chegando enquanto suspeitas de espionagem em torno do Reino do Meio estão crescendo. No Twitter, Tim Sweeney, o grande chefe da Epic Games, fez questão de negar esse boato.

A Epic Games Store não serve como uma ferramenta de espionagem para a China

É isso que Tim Sweeney diz diante de rumores de espionagem. A preocupação nasce na web e faz a ligação com a presença como grande acionista da empresa chinesa Tencent. Não foi preciso menos que o grande chefe da Epic Games negasse em sua conta no Twitter. O homem alega que o Tencent não tem acesso aos dados privados dos jogadores da Epic Games Store, que desde o seu lançamento enfrenta muitas controvérsias - incluindo o exclusivo criticado Metro Exodus.

Eu apoio o fato de que todos podem reclamar dos problemas da indústria de tecnologia. A Epic Games Store, seus jogos exclusivos e seus recursos básicos são um bom alvo para isso. Mas lembre-se de separar os fatos e opiniões sobre spyware ou mão estrangeira.

Todos os investidores da Epic são amigos e colaboradores. Nenhum dita as decisões da empresa. Ninguém tem acesso às informações de nossos clientes.

Epic tem trocas positivas em todos os níveis com Tencent.

As decisões importantes da Epic são tomadas nos Estados Unidos e como CEO, sou responsável por 100%.

Este artigo apareceu primeiro em https://www.begeek.fr/epic-games-affirme-que-sa-boutique-en-ligne-ne-collecte-pas-de-donnees-pour-la-firme-chinoise-tencent-312006