Argélia: Bensalah nomeou presidente em exercício, apesar da rua

O Presidente do Conselho da Nação Abdelkader Bensalah, foi terça-feira nomeado presidente interino por 90 dias, em uma reunião do Parlamento argelino, uma semana após a renúncia de Abdelaziz Bouteflika, de acordo com a televisão estatal.

O Parlamento declarou a vaga do lugar de Presidente da República e nomeou o Presidente do Conselho da Nação como Chefe de Estado por um período de 90 dias. Durante este período, uma eleição presidencial, para a qual o Sr. Bensalah não pode ser um candidato, deve ser organizada.

"Vou trabalhar para perceber os interesses do povo", disse ele ao Parlamento. "Esta é uma grande responsabilidade imposta a mim pela Constituição".

Esta decisão é de fato consistente com o que a Constituição argelina fornece, mas vai contra o que os argelinos estão exigindo, que continuam maciçamente a demonstrar para exigir a saída de todo o "sistema" Bouteflika, incluindo o Sr. Bensalah. é emitido.

Terça-feira de manhã, em Argel, centenas de estudantes na rua cantaram "Bensalah release!" E "System clears" na frente do Grand Post.

Os partidos da oposição boicotaram a reunião do parlamento, recusando-se a validar a nomeação do Sr. Bensalah.

Na terça-feira, o editorial do jornal governamental El Moudjahid, um vetor tradicional de mensagens de poder, sugeriu que Bensalah fosse destituído como presidente interino.

"Essa personalidade (...) não é tolerada pelo movimento cidadão, que exige sua partida imediata, mas também pela oposição e parte dos representantes das formações políticas da maioria das duas Casas do Parlamento", escreveu El Moudjahid. .

Presidente por quase 17 anos do Conselho da Nação, Abdelkader Bensalah, anos 77, é um produto puro do regime argelino e um fiel de Abdelaziz Bouteflika.

Membro do Parlamento, embaixador, alto funcionário ministerial, senador, ele serviu várias vezes e presidiu as duas câmaras do Parlamento, sem nunca se tornar um ministro.

Este artigo apareceu primeiro em https://actucameroun.com/2019/04/09/algerie-bensalah-nomme-president-par-interim-malgre-la-rue/