Proibição de recrutamento: a Fifa estudará o apelo do Chelsea

O Chelsea pode finalmente recrutar este verão? A Fifa estuda quinta-feira o apelo do clube inglês contra a decisão de proibir qualquer recrutamento durante os próximos dois mercatos, até o final de janeiro 2020. Mas o veredicto pode levar várias semanas.

A penalidade volta a 22 em fevereiro passado: naquele dia, a Fifa proibiu ao clube Roman Abramovich qualquer recrutamento para os próximos dois mercatos (verão e inverno) por quebrar as regras sobre a transferência de jogadores menores.

The Blues? que também foram multados em francos suíços 600.000, um pouco menos do que 530.000 euros, são acusados ​​de ter burlado o regulamento sobre transferências internacionais de jogadores menores 29.

Em março 5, Chelsea disse que estava apelando desta proibição e ficou surpreso que este apelo não era suspensivo, o que foi o caso em casos anteriores envolvendo outros clubes.

A apelação está sendo ouvida na quinta-feira pela Fifa Appeals Board, que não deve tomar uma decisão por várias semanas. O objectivo, segundo uma fonte próxima, é no entanto tomar esta decisão "antes da abertura do mercato de verão", deixar eventualmente ao clube, em caso de decisão adversa, a possibilidade de recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAS ).

A decisão da Fifa é ansiosamente aguardada pelo clube de Londres, que geralmente é muito ativo no mercado de transferências. Especialmente, o craque belga Blues, Eden Hazard, é cobiçado pelo Real Madrid, como parte de uma transferência estimada pela imprensa para 100 milhões de libras (117 M EUR).

Mas uma confirmação da proibição de recrutar poderia abortar esse movimento.

Hazard até agora se recusou a estender seu contrato com o Chelsea, que expira em junho 2020, e não escondeu seu desejo de se juntar um dia a prestigiada "Casa Branca" 13 Leagues Champions, um recorde.

Outros grandes clubes como FC Barcelona, ​​Atlético de Madri e Real Madrid já foram sancionados por ofensas semelhantes nos últimos anos. Seus recursos atrasaram a sanção.

Se Barcelona e Atlético viram sua proibição de recrutamento confirmada, a de Real finalmente foi reduzida ao único inverno de janela de transferências.

FONTE DO ARTIGO: http://www.rfi.fr/depeche/interdiction-recrutement-fifa-va-studier-appel-chelsea