Ex-Papa Bento XVI dá as causas de escândalos de abuso sexual na Igreja

Para Bento XVI, os escândalos de abuso sexual de menores em a Igreja têm origens específicas: a revolução sexual dos anos 1960, as novas ideias de teologia e o colapso da fé no Ocidente. Isso é o que ele explicou na quinta-feiraem um texto de páginas 18 publicado pela revista alemã Christian Klerusblatt.

A revolução do 1968 particularmente lutou "por liberdade sexual completa que não mais aceitas padrões", escreve o papa emérito em sua longa carta. "A pedofilia foi então diagnosticada como permissível e apropriada. "

O "radicalismo" dos anos 1960

Bento XVI vive hoje recluso em um pequeno mosteiro em Vaticano. Seus comentários sobre a pedofilia, um de seus poucos discursos desde sua renúncia, seis anos atrás, causaram ondas de choque entre alguns teólogos e vítimas de abuso sexual. Para o teólogo norte-americano Brian Flanagan, o link Bento XVI entre 1960 anos e pedofilia é uma "explicação falsa e embaraçosa". FONTE: www.20minutes.com/company/2495419-20190412-pedophilie-benoit-xvi-scandales-abus-sexual-eglise-explicate-may-68