Sementes De Abóbora - Excelente para reduzir o colesterol ruim e melhorar a saúde do fígado e do coração

A abóbora é um vegetal muito útil que é usado até mesmo nos programas de dieta e dieta das crianças. Além da polpa, as sementes da fruta são amplamente utilizadas para fins de tratamento se forem secas.

Sementes de abóbora contêm óleo graxo, ácidos orgânicos, vitaminas B e C, aminoácidos e carotenos. Comer sobre sementes 150 fornece as proteínas necessárias, vitamina K, magnésio, fósforo, ferro, cobre e zinco para o corpo humano. Tudo somado, as sementes de abóbora são um depósito de vitaminas e elementos benéficos.

Essas propriedades notáveis ​​permitem o uso de sementes de abóbora para melhorar o trabalho do coração e até mesmo tratar a prostatite. Eles também podem ajudá-lo a combater o colesterol ruim e reduzir o açúcar no sangue.

Eles são recomendados para melhorar a digestão, reduzir a inflamação e reduzir o risco de câncer de estômago, mama, pulmão, próstata e cólon.

Sementes De Abóbora - Excelente para reduzir o colesterol ruim e melhorar a saúde do fígado e do coraçãoLightspring / Shutterstock.com

Você pode comer sementes de abóbora cruas ou cozidas. Adicione-os a saladas, iogurtes, bolos ou coma-os sozinhos como lanche. Pratos de amostra com sementes de abóbora:

  • adicione uma salada para dar um sabor fresco;
  • no café da manhã, misture com nozes, frutas secas picadas e iogurte;
  • assar com azeite e cominho;
  • moer as sementes no liquidificador para obter manteiga (se estiverem muito secas, adicione um pouco de água).

Sementes de abóbora podem ser muito benéficas para o corpo se você incluí-las em seu dieta. Você certamente notará uma melhoria em sua saúde e sua condição geral.


Este artigo é apenas para fins informativos. Não use a automedicação e, em qualquer caso, consulte um provedor de saúde certificado antes de usar as informações deste artigo. O Conselho Editorial não garante nenhum resultado e não se responsabiliza pelos males ou outras conseqüências decorrentes do uso das informações fornecidas neste artigo.

Este artigo apareceu primeiro FABIOSA.FR