Sudão: o presidente deposto Omar al-Bashir foi transferido para a prisão, segundo um de seus parentes - JeuneAfrique.com

O ex-chefe de Estado sudanês, demitido pelo Exército, foi transferido na noite de terça-feira para uma prisão na capital, Cartum, em uma entrevista a um de seus parentes.

Bashir "foi transferido ontem à noite em Kober prisão em Cartum", disse quarta-feira 17 01 de abril membro da família, falando sob condição de anonimato por razões de segurança.

O regime de Omar al-Bashir, que durou três décadas, foi derrubado na quinta-feira abril 11 pela hierarquia militardepois de quatro meses de protestos em todo o país. Os manifestantes não pararam suas ações: os principais organizadores do movimento de protesto agora pedem a dissolução do Conselho Militar de Transição.

Para uma extradição?

Na noite de terça-feira, Uganda anunciou que o país poderia considerar um pedido de asilo do presidente sudanês, procurado pelo Tribunal Penal Internacional. A jurisdição baseada em Haia mandados de prisão emitidos contra o ex-presidente, envelhecido 75, por "crimes de guerra", crimes "contra a humanidade" e genocídio em Darfur.


>>> LEIA - [Tribune] O aperto do ICC aperta Omar al-Bashir


O conselho militar disse na sexta-feira que se recusaria a extraditar al-Bashir. Mas na noite de segunda-feira, o general Jalaluddin Sheikh, membro do Conselho Militar, disse que "a decisão de extraditar ou não Bashir para o TPI será tomada por um governo popular eleito e não pelo Conselho Militar".

Este artigo apareceu primeiro em JOVENS ÁFRICA