"Bineta foi o drama de demais": no Senegal, uma mobilização para exigir a criminalização do estupro

A manifestação para dizer "pare a violência contra as mulheres" reuniu o pessoal do 300, sábado em Dakar, onde o ultraje é alto depois de vários casos de estupro e assassinato, em um país onde o estupro é considerado crime.

Seus grandes olhos negros, um pouco cercados e destacados com sobrancelhas grossas, suas maçãs do rosto salientes e seu largo sorriso tornaram-se a face da luta. No sábado 18 de maio, o corpo de Bineta Camara, 23 anos de idade, foi encontrado em sua casa em Tambacounda. A jovem foi estrangulada depois que seu abusador tentou estuprá-la.

No mesmo fim de semana, o cadáver de uma mulher, despido, foi descoberto no distrito de Ouakam, em Dakar. Então, outras vítimas foram adicionadas a uma longa lista de violência relatada pela imprensa naquela semana, como a anterior, e a anterior.

"A luta de homens e mulheres"

"Bineta tem sido muito drama. É terrível que tenha levado a sua morte para mobilizar as pessoas, mas agora é a luta de todos os homens e mulheres ", diz o ator Mohamed Keita e embaixador de várias agências da ONU para sensibilizar contra a violência para as mulheres. Ele era amigo de Bineta.

FONTE: https://www.jeuneafrique.com/780078/societe/bineta-a-ete-le-drame-de-trop-au-senegal-une-mobilisation-pour-exiger-la-criminalisation-du-viol/