As elites ocidentais reagem ao discurso de Pau Biya

O endereço para a nação ontem do Chefe de Estado continua provocar reações. Organizações internacionais e nacionais, atores civis e políticos da sociedade, todos seguem seu próprio caminho.

Niat Njifendji, elite da Região Oeste

Nesta quarta-feira, o 11 de setembro do 2019, um dia após o discurso do Presidente, as elites da região oeste dos Camarões expressaram sua determinação e compromisso com o presidente Paul Biya.

Lebledparle.com oferece-lhe o texto completo que chegou à sua escrita esta tarde.

PROPOSTA DE APOIO, DEFESA E INCENTIVO A ELITES NA REGIÃO OCIDENTAL, ENDEREÇADO

Para S. E PAUL BIYA,

PRESIDENTE DA REPÚBLICA, CHEFE DO ESTADO, SEGUINTE A MENSAGEM DE RÁDIO-TELEVISA

DA TERÇA-FEIRA 10, SETEMBRO 2019 À NAÇÃO.

Yaoundé, o 11 de setembro 2019

Nós, Elites da Região Oeste

Encontro hoje, 11, em setembro do ano XIX, por iniciativa do Sr. Marcel NIAT NJIFENJI, Presidente do SENATE, discurso a HE Paul BIYA, Presidente da República, Chefe de Estado, Moção de Apoio, Deferência e Incentivo cujo conteúdo se segue:

Considerando sua mensagem importante e histórica para a nação, a partir de 10 de setembro de 2019;

Considerando que esta mensagem está alinhada com o seu firme compromisso com os Camarões de Grandes Oportunidades oferecidos a todos;

Considerar Sua Mensagem reflete Sua determinação em preservar a Unidade, Paz e Indivisibilidade dos Camarões, promover o desenvolvimento, a coexistência e a coesão social e fortalecer a democracia, tudo o que é necessário. a região oeste é visceralmente ligada;

Considerando que Sua mensagem, por seu método, é mais uma prova de seu profundo apego ao diálogo e à busca coletiva e consensual por soluções, para que Camarões continue sendo uma nação orgulhosa de sua diversidade e ciumenta de sua unidade;

Considerando a flexibilidade, moderação, legalidade e constância de Seus esforços para a solução duradoura e pacífica da crise política e de segurança nas regiões Noroeste e Sudoeste;

Considerando, em particular, a qualidade e a diversidade das medidas já adotadas para atender às demandas expressas por alguns de nossos compatriotas nacionais das regiões Noroeste e Sudoeste;

Considerando também que, sob o seu alto impulso, o diálogo construtivo produziu resultados tangíveis nas áreas de educação e justiça, entre outros;

Considerando sua disposição e disposição para aprofundar a busca de soluções no âmbito do respeito à Constituição, com vistas à normalização da situação nas regiões Noroeste e Sudoeste, presas às onipresentes reivindicações de terroristas sem fé ou lei;

Considerando o seu compromisso de envolver todos os camarões na gestão dos assuntos públicos, através da aceleração contínua do processo de descentralização;

Considerando Sua determinação em promover o desenvolvimento de todos os componentes lingüísticos, regionais, religiosos e culturais de nosso querido e belo país;

1) Vamos dar nosso apoio total e incondicional às medidas salutares e decisivas anunciadas em Seu discurso importante e histórico do 10 de setembro do 2019, que visa consolidar a paz, a unidade, a justiça social e a integridade territorial dos Camarões;

2) Aprova sua decisão de convocar um Grande Diálogo Nacional para fornecer respostas endógenas às aspirações profundas e legítimas do povo dos Camarões, de acordo com a Constituição;

3) Vamos testemunhar a veracidade de sua política de equilíbrio regional, na qual todos os componentes da Nação participam plenamente do trabalho de construção nacional e desfrutam dos frutos do esforço de desenvolvimento nacional;

4) Saudamos seu compromisso de acelerar a descentralização, consolidar o bilinguismo, o pluralismo cultural e a indivisibilidade da República;

5) Peçamos a todos os camaroneses, sem distinção, que respondam favoravelmente ao seu apelo ao Grande Diálogo Nacional para que, juntos, possamos enfrentar os desafios da paz, segurança, unidade nacional e progresso econômico e social;

6) Vamos chamar a atenção de políticos, atores da sociedade civil, autoridades tradicionais, líderes religiosos, operadores econômicos, diáspora, mulheres e jovens à sua responsabilidade histórica de apoiar aqueles a quem o povo camaronês confiou, livre e massivamente, seu destino para garantir a paz, preservar e consolidar a unidade nacional, promover a prosperidade e fortalecer a convivência;

7) Congratulam-se com a precisão, sabedoria, legitimidade e legalidade das ações e medidas tomadas nos últimos três anos, em relação à situação prevalecente nas regiões Noroeste e Sudoeste;

8) Reafirmamos nosso apoio incondicional à sua política de paz através do diálogo e da justiça, bem como da diversidade na unidade;

9) Pedimos aos nossos países amigos e parceiros externos que respeitem, em todas as circunstâncias, nossa soberania, nosso direito de escolher nosso caminho, de acordo com a Constituição de nosso país e as aspirações de nosso povo;

10) Prometemos ao Presidente da República que, de todos os estratos sociais, sejam os relés ativos de Sua mensagem para a Nação de 10 em setembro;

11) Peçamos a todos os camaroneses, sem distinção, que sejam os embaixadores do Grande Diálogo Nacional;

12) Apelemos aos compatriotas perdidos no extremismo e na violência para renunciar à escolha de armas e unir suas vozes na bela sinfonia de paz, unidade e harmonia nacional orquestrada pelo Presidente da a República;

13) Garantir ao Presidente da República nossa participação direta e indireta no Grande Diálogo Nacional;

14) Prever o sucesso do Grande Diálogo Nacional no nível das expectativas de nosso povo e da extensão do compromisso do Presidente da República;

15) Vamos orar a Deus para abençoar Camarões, dar-lhe mais sabedoria, saúde e longevidade, e continuamente preenchê-lo com suas bênçãos no cumprimento diário de suas missões elevadas e exaltadas ao mundo. chefe de estado para a maior felicidade do povo camaronês e do nosso país como um todo.

Feito em Yaoundé, o 11 de setembro 2019

Este artigo apareceu primeiro em https://www.lebledparle.com/societe/1109251-dialogue-national-les-elites-de-la-region-de-l-ouest-reagissent-au-discours-de-pau-biya