O secretário-geral da ONU, António Guterres, saúda o anúncio de um diálogo nacional nos Camarões



(Invista nos Camarões) - As informações foram fornecidas por Stéphane Dujarric, porta-voz do Secretário-Geral das Nações Unidas (ONU). "O Secretário Geral (António Guterres NDLR) congratula-se com o anúncio de hoje (10 de setembro 2019 Ed) do Presidente Paul Biya sobre o lançamento de um processo de diálogo nacional nos Camarões. Incentiva o governo camaronês a garantir que o processo seja inclusivo e atenda aos desafios que o país enfrenta.Ele disse. "Ele convidou todas as partes interessadas dos Camarões, incluindo a diáspora, a participarem desse esforço.Adicionado Stéphane Dujarric. "Secretário-Geral reitera disposição da ONU de apoiar processo de diálogo", Concluiu o porta-voz.

O diálogo anunciado por Paul Biya no final de setembro se concentrará nos seguintes tópicos: bilinguismo, diversidade cultural e coesão social, reconstrução e desenvolvimento de áreas afetadas por conflitos, retorno de refugiados e pessoas deslocadas, sistema educacional e judicial, descentralização e desenvolvimento local, desmobilização e reintegração de ex-combatentes, papel da diáspora no desenvolvimento do país, etc.

A crise no noroeste e sudoeste começou com reivindicações corporativistas trazidas por advogados e professores. Mais tarde, essas reivindicações foram recuperadas por separatistas e grupos armados que estabeleceram cidades mortas: sem escola, sem serviço de publicação, sem comércio e assim por diante.

Os confrontos entre grupos armados e forças de defesa têm acontecido desde então. Segundo a ONG International Crisis, esses confrontos já causaram a morte de quase pessoas da 2000. Enquanto isso, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados está contando refugiados 21 291 camaroneses na Nigéria como resultado dessa crise e centenas de milhares de deslocados internos.

SA

LEIA MAIS AQUI